Grandes ídolos do SPFC, por Carlos Port: Muricy (o jogador)

imagem1151

Olá nação tricolor!

Muricy Ramalho nasceu em 30 de novembro de 1955. Apesar dos esforços de Valdemar Carabina (zagueiro palmeirense dos anos 60) em levá-lo para o Parque Antártica, foi no Tricolor paulista que Muricy se identificou e se fez um grande jogador.

imagem610

No São Paulo desde o “dente-de-leite”, Muricy fez sua estreia profissional no segundo semestre de 1973, com apenas 17 anos. Dois anos para adquirir maturidade, até o título paulista de 1975, onde já despontava como o camisa 8 que ia pra cima.

muricy-carro-1383

Teve em Poy um grande disciplinador. Muricy tinha fama de rebelde, cabelos compridos, fumava nos arredores do São Paulo, o que rendia muita correção do histórico técnico argentino.

imagem1014

Mas em 1977 Muricy teve sua carreira abreviada, no Tricolor e para o próprio futebol. Contusão de ligamento do joelho, naqueles tempos, era muito pior que no século XXI. Não havia o avanço médico e tecnológico dos dias atuais e a promessa são-paulina ficou sem jogar quase 1 ano e meio. Mesmo assim, foi jogador integrante do primeiro título brasileiro do São Paulo.

imagem2123

Permaneceu no Morumbi até 1979, quando foi negociado com o Puebla, do México.

Voltaria anos mais tarde, para ser auxiliar-técnico do Mestre Telê Santana. O então discípulo se tornaria, anos após, um dos técnicos mais queridos da história do SPFC, conquistando o inédito tricampeonato brasileiro consecutivo pelo Tricolor, façanha que nenhum outro clube conseguiu no futebol nacional.

images

A torcida o reverencia, ainda como se estivesse em campo.

Saudações Tricolores!

Crédito-imagens: site Terceiro Tempo, Estadão, Revista Placar