Grandes ídolos do SPFC, por Carlos Port: Luis Fabiano

Luis Fabiano

Olá nação tricolor!

Luis Fabiano Clemente, o Fabuloso, nasceu em 08 de novembro de 1980 e defende o São Paulo, nesta segunda década do século XXI.

Também o fez na primeira, vindo do futebol francês, que o descobriu na Ponte Preta campineira.

Em sua primeira passagem, foi explosivo, beirando a irresponsabilidade do maior artilheiro da história do São Paulo, Serginho Chulapa. Temperamento difícil, jogador que dizia que “entre bater o pênalti e ajudar na briga, eu prefiro brigar”. Mas desde aqueles tempos, o arredio era implacável.

Ninguém no futebol brasileiro, foi mais goleador que Fabuloso, no século XXI.

Mas voltemos ao começo. Em 2001, Luis Fabiano chegava emprestado ao São Paulo. Fez impressionantes 30 gols em 49 jogos e foi campeão do Rio-SP, no ano do surgimento do seu companheiro Kaka. No início de 2002, voltaria ao Rennes, mas em curto retorno de meio ano, pois seu destino seria o Tricolor.

meio kaka fabuloso

De volta ao país, Fabuloso já emplacaria a artilharia do Brasileirão no seu segundo ano de São Paulo (19 gols), agora contratado em definitivo. Artilharia que se repetiu no Paulistão 2003 e na Libertadores 2004.

Neste caminhar, a confusão notória da Sulamericana 2003, na famosa voadora de Fabuloso no rival argentino do River Plate. A inconsequência trazia revolta em uns e idolatria em outros, como provou a Libertadores no ano seguinte.

download (2)

Fabuloso levou o SPFC nas costas naquela competição, que marcava a volta do Tricolor à disputa de melhor da América. Mas o time não estava pronto pro título e a carga, como é usual no futebol, pesou para os que não tiveram culpa alguma. Assim houvera sido em 2002 e 2003, onde o São Paulo penava com defesas péssimas e a responsabilidade recaía nos craques.

Mesmo com muitos gols no São Paulo, Fabuloso partiu então ao Porto e depois ao Sevilla, onde foi um sucesso total. Ganhou o Mundial 2004 com o time português, foi bicampeão da Copa da Uefa com os espanhóis, além de conquistar uma Supercopa Européia e uma Copa do Rei.

A seleção brasileira seria o destino inevitável do artilheiro, que esteve presente no escrete vencedor da Copa América 2004 e da Copa das Confederações 2009, onde foi artilheiro. Na Copa do Mundo 2010, defendeu o Brasil. Mas seu gesto mais emblemático com a seleção foi em um jogo no Morumbi no ano de 2007, Brasil versus Uruguai, quando fez um gol e foi ajoelhar-se no escudo tricolor. Gesto maravilhoso de sentimento pelo vermelho, branco e preto!

download (3)

Então Fabuloso sofreu contusões difíceis na Europa e o SPFC voltou em seu caminho, nas recuperações no Reffis tricolor. A saudade aumentou.

Em 2011, enfim, o retorno. Um Morumbi com quase 50 mil são-paulinos o aguardava, um regresso fantástico. Mas a recuperação de lesão impediu sua volta aos campos imediata. Foram quase 6 meses de espera, para a nação tricolor reverenciar seu ídolo novamente.

290311-Luis-Fabiano-size-598

Desde então, Luis Fabiano convive com a superação dos grandes. Foi artilheiro da Copa do Brasil 2012 e do Campeonato Paulista 2014, além da vice-artilharia do Brasileirão 2012. Calou os rivais em muitos clássicos, parado na esquina ou como Bolt,  ao longo de sua carreira no SPFC.

ataque fabuloso pacaembu calou

Porém, novamente, foi um período de defesas muito ruins e a responsabilidade, como outrora, nas costas de Fabuloso e demais craques tricolores.

Mas ele não se abala mais, experiente, sabe que a grande maioria da torcida o tem por ídolo, afinal, é o maior artilheiro da história do estádio do Morumbi, ninguém fez mais gols que Luis Fabiano no Brasileirão e na Copa do Brasil, pelo São Paulo. Ao lado da esposa Juliana Paradela e das Fabulosinhas, é um dos mais queridos jogadores dos últimos 15 anos, no Morumbi.

luisfabiano_miguelschincariol_ae

Tantos gols o fizeram superar lendários atletas do Tricolor e hoje, Fabuloso é o terceiro maior artilheiro da história do São Paulo, com 198 gols.

Acontece que estamos em janeiro de 2015 e esta coluna, certamente, atualizará números.

* (Atualização) Em 01/02/2015, a marca de 200 gols foi alcançada.

Saudações Tricolores!

Crédito-Imagens: Esporte UOL, Globo, Terra, Lancenet

Siga-me no Twitter: @carlosport