São Paulo FC: A perpetuação, disfarçada de reconstrução.

05022014---elenco-nao-foi-poupado-time-sem-vergonha-dizia-a-pichacao-1391610953699_956x500

Salve o Tricolor Paulista!

Depende muito de você, são-paulino!

O “amor que não admite traição”, reportagem da Revista Placar, em 1978, já relatava o comportamento complicado do torcedor do nosso SPFC, que se ausenta historicamente no momento mais difícil.

Não podemos ser assim, em momento crítico tão crucial ao clube e ao time!

A diretoria de Leco, Ataíde, Gustavo, Manssur, Natel e outros, é o quarto mandato de Juvenal Juvêncio. Salvo raras e boas exceções.

Existe um hiato neste caminho, que foi o tenebroso período de Aidar a partir de 2015, candidato que rompeu com JJ mas que foi apoiado, na eleição, por todos que seguem na diretoria. Sem essa de herança maldita, porque estavam na administração desde sempre.

Notadamente o executivo de futebol, que assumiu em julho de 2013 e já foi eliminado pra 4 times de divisões inferiores (Ponte que cairia em 2013 no Brasileirão, Penapolense série D em 2014 e Bragantino série B no mesmo ano, Audax série D 2016) e agora, o risco iminente de mais uma queda, pra divisão que falta, a C, com o Juventude.

O G4 já era, mas o Z4 está ali, apenas 4 pontos, faltando o segundo turno quase todo do Brasileirão.

Esse mesmo departamento de futebol tem as piores marcas na história dos clássicos, contra os rivais da capital e baixada. Tomaram mais de 40 gols, a partir da segunda metade de 2013, fizeram pouco mais de 20. Gustavo, descontados os poucos meses que ficou de fora entre Aidar e Leco, esteve como executivo em 29 clássicos. Apenas 8 vitórias, goleadas vexatórias.

A saber:

SEP: 4D 3V 1E

SFC: 5D 3V 3E

SCCP: 5D 2V 3E

13 é o número seguido de campeonatos perdidos (até aqui, sem contar a edição 2016 da Copa do Brasil, mas já considerando o Brasileirão sem chances) que o executivo Gustavo sequer disputou uma final ou lutou nos pontos corridos (4 Brasileiros, 3 Paulistas, 2 Copas do Brasil, 2 Libertadores, 2 Sul-americanas). Pra 120 mil/mês?! E os 3%, quando serão negados publicamente pelo presidente? Porque entrevista afirmando que sim, haveriam em negociações, foi dada ao jornal Lance em 29/12/2015.

O que dizer do conselheiro expulso que segue diretor, então? A torcida não suporta, mas Ataíde segue com poder. Enquanto VP de futebol, ao lado de Gustavo, após saída de Aidar, foi uma lástima. Até greve de silêncio o elenco fez. Foi remanejado pela força do torcedor, mas seu lugar é longe da diretoria. Ao menos, deveria ser. Como um conselheiro expulso pode representar a instituição?!

Luiz Cunha, que chegou assumir diretoria e viveu o único período de reação da equipe na temporada, foi engolido pelo sistema. Não resistiu, saiu.

Com o pretexto de reformularem o estatuto, varreram pra debaixo do tapete todos atos que a justiça vinha considerando ilegais, por mudanças sem crivo dos sócios. Uma votação casada e covarde.

Onde está você, Abílio Diniz, que contratou pesadas auditorias e consultorias do próprio bolso, mas os conselheiros do São Paulo não sabem dos resultados? Venha a público, convoque uma coletiva, demonstre sua indignação, lute pela profissionalização como talvez, o maior empresário deste país!

Já caíram com essa perpetuação de poder na diretoria, Muricy, Milton Cruz, Osorio, Bauza. Ricardo Gomes mal chegou e já está na berlinda, pois a diretoria não tem vestiário e parece que já engoliram o combalido treinador.

Está na cara que o problema é maior do que técnico!

Contratações-relâmpago que chegam e saem, sem meio ano de clube, se repetem a cada temporada, planejamento patético de vários jogadores medíocres contratados, nesta condição:

No ataque, Pabón, Jonathan Cafu, Wilder, Kieza! Este último, ainda teve comissão, segundo entrevista do presidente à Folha, em março desse ano. Agora chega um tal de Gilberto.

Na defesa, pior ainda. Anos sem algum planejamento de zaga. De Roger Carvalho (primeira contratação de GVO) vindo da Tombense a Luis Ricardo (ambos cobraram o SPFC na justiça), ao ágio pago por Maicon em 2016, por um empréstimo curto que valorizou o jogador. Pagar dezenas de milhões em zagueiro, mais a cessão de jovens da base, foi quase uma extorsão! Infelizmente, necessária, por um início mal conduzido. Zagueiros medíocres contratados e com extensão de contrato, que valeram processo também. Gols e gols tomados, desclassificações.

Jogadores hermanos como Clemente Rodriguez e Cañete ficaram anos no clube, inclusive com essa administração no depto. de futebol, sem soluções de negócios. O zagueiro “canhoto” sonho de Ataide (como se precisasse ser canhoto pra jogar do lado esquerdo da defesa) Luiz Eduardo, alguém sabe dele?

Para cada jogador considerado bom contratado, casos de Álvaro Pereira (que não ficou após chegada de Carlinhos), Michel Bastos, hoje muito mais problema do que solução, Thiago Mendes que esqueceu de jogar bola em 2016, Calleri que mal chegou e já saiu, Cueva, Chávez, tivemos vários jogadores ruins. Times desequilibrados. Isto é planejamento?

Má gestão na efetivação da base: lembro que Lucas, Casemiro, Boschilia, brilham nos campos europeus.

Ano de Eliminatórias, jogadores serão convocados, sem a menor reposição. Repito a pergunta, isto é planejamento?

Busca e apreensão dos balanços jurídicos, caso Jorginho Paulista, será mesmo o São Paulo da reconstrução? Claro que não!

Vivemos a perpetuação do poder no Morumbi!

Basta!

Todos os relatos acima, são de conhecimento público, através da imprensa esportiva. No Opinião Tricolor, toda vírgula do que é colocada, tem embasamento. Nunca criticamos ou acusamos sem ter o fato comprovado. Ofensas, jamais. O respeito prevalece.

Sobre as vergonhas citadas acima:

3%http://www.lance.com.br/sao-paulo/leco-confirma-que-executivo-ganhara-bonus-vendas-atletas.html

Caso Jorginho Paulista http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2016/03/oposicao-do-spfc-pede-apuracao-sobre-prejuizo-de-r-46-mi-envolvendo-leco/

Cañete http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/2015/04/apos-quatro-anos-e-23-jogos-canete-vai-rescindir-contrato-com-o-tricolor.html

Documentos do balanço jurídico http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2016/03/12/justica-autoriza-busca-da-policia-por-balanco-juridico-na-sede-do-sao-paulo.htm

Clemente http://espn.uol.com.br/noticia/483359_sem-jogar-atleta-levou-r-3-mi-do-sao-paulo-e-torrou-com-vinhos-caribe-e-jantares-gourmet

Roger Carvalho http://espn.uol.com.br/noticia/514944_sao-paulo-e-condenado-a-pagar-r-300-mil-a-zagueiro-que-atuou-em-apenas-dois-jogos

Luis Ricardo http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2015/12/luis-ricardo-e-sao-paulo-nao-chegam-acordo-por-divida-e-atleta-deixa-bota.html

Paulo Miranda http://terceirotempo.bol.uol.com.br/noticias/justia-a-manda-sp-pagar-r-1-8-milha-o-por-zagueiro-que-deixou-clube-em-2015

Ataide/manuscrito http://espn.uol.com.br/noticia/596629_em-expulsao-conselho-diz-que-ataide-combinou-comissao-com-cinira?utm_content=buffer43c63&utm_medium=social&utm_source=twitter.com&utm_c

Kieza http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2016/03/1750187-sao-paulo-quer-valor-total-gasto-com-kieza-e-mais-dois-jogadores-do-vitoria.shtml

Até quando, nação tricolor?

Carlos Port – Opinião Tricolor