Grandes ídolos do SPFC, por Carlos Port: Arlindo

imagem315

Olá nação tricolor!

Arlindo Galvão, o Arlindo, nasceu em 08 de maio de 1948. Seu primeiro time era, podemos dizer, quase o São Paulo, o São Paulinho do bairro de Santa Terezinha, na capital paulista (conheça http://saopaulinho.blogspot.com.br).

imagem410

Descoberto e trazido para o Tricolor em 1960, Arlindo teve toda infância e juventude dedicada ao SPFC.

arq_20020

Em 1968, enfim, a promoção para os profissionais. Emprestado ao Náutico do Recife para ganhar experiência, voltou logo, devido ao sucesso da temporada vice-campeã pernambucana.

imagem39

A missão de Arlindo não era fácil no SPFC, que buscava o fim da fila de 13 anos, pela construção do Morumbi. Marcar Pelé, com Roberto Dias, estava entre uma das suas atribuições.

imagem1010

Mas a personalidade do beque logo se destacou nos anos 70.

1971_paulista

arlindo-leivinha-300x218

O zagueiro se tornou tricampeão (1970-1971-1975), com sua marcação firme e liderança de grupo. Com Jurandir também formou grande zaga. Foi atleta referencial para os técnicos Zezé Moreira, Osvaldo Brandão e Poy. Na Libertadores onde o SPFC foi vice-campeão, em 1974, a fibra de Arlindo foi um dos fatores da excelente campanha são-paulina.

1972

Ao todo, 405 partidas pelo Tricolor, entre 1968 e 1977. Arlindo está entre os 20 (17º) jogadores que mais jogaram pelo SPFC. Saiu antes do primeiro título brasileiro conquistado pelo Mais Querido, o Brasileirão 77, que foi decidido somente em 1978.

Saudações Tricolores!

Crédito-Imagens: Memória Pública do Estado de SP, Jornal Última Hora, blog Tardes de Pacaembu, revista Placar, site Terceiro Tempo.

Siga-me no Twitter: @carlosport