Falcão: O Rei de Roma no São Paulo

falcaocontratadopelosp

Olá nação tricolor!

Paulo Roberto Falcão, o Falcão, nasceu em 16 de outubro de 1953.

A história do lendário jogador que nasceu nos campos colorados do Internacional (1973 a 1980) e conquistou a Roma (1980-1985) pela sua classe, teve uma passagem campeã pelo São Paulo, porém, não tão protagonista quanto se imaginava.

11056270 tumblr_inline_n2zz2bw8jN1rzlvef

Falcão foi contratado com grande pompa pelo São Paulo, na primeira gestão de Carlos Miguel Aidar. Chegou no Morumbi com 27 anos e grande recepção em amistoso contra seu time de coração, com mais de 50 mil torcedores na partida que ficou marcada pela bola laranja e vitória tricolor por 1 a 0.

placar-n717-poster-so-paulo-roma-1984-21801-MLB20217516516_122014-F

Um ano antes, a Roma havia feito um amistoso no Morumbi, com Falcão e também Toninho Cerezo na sua esquadra. O jogo terminou 0 a 0. Teria sido o começo do sonho?

images falcaosaopaulo1985a

Em 1985 o São Paulo ganhava contornos de esquadrão, mas ainda era um time inconstante, com os Menudos do Morumbi, Silas, Muller e Sidney, alternando boas e más jornadas e Careca começando a desequilibrar. O Paulistão era um campeonato extenso, de maio a dezembro. Falcão chegou e trouxe o status que faltava. Mas Cilinho, treinador com fama de avesso a estrelas, contava e não abria mão de Márcio Araújo, modesto volante, na cobertura da defesa.

Foto_011_crop_galeria

Falcão teve dificuldades físicas no começo e com isso, ficou ainda mais complicado com o treinador. Somente nas fases decisivas, conseguiu o seu lugar para a arrancada do título. O toque refinado na bola apareceu nas semifinais e finais.

sao-paulo-campeao-paulista-1985-juvenal1

O Rei de Roma merecia mais um título no Brasil e o teve, sendo campeão paulista de 1985, antes de encerrar a carreira, após a Copa de 1986 no México, onde foi convocado ao lado de Oscar, Silas, Muller e Careca.

1986_crop_galeria

Mesmo com poucos jogos (apenas 15), sua classe enobreceu o Tricolor.

Saudações Tricolores!

Crédito-Imagens: Placar, Terra, blog Soberano Arruda, Gazeta Press, blog Anotações Tricolores de Alexandre Giesbrecht, Acervo O Estado de São Paulo.

Siga-me no Twitter: @carlosport