Grandes ídolos do São Paulo, por Carlos Port: Miranda

268954_Papel-de-Parede-Sao-Paulo-Miranda_1024x768

Olá nação tricolor!

João Miranda de Souza Filho, o Miranda, nasceu no dia da independência do Brasil, 07 de setembro. Em 1984.

Um breve resgate histórico: nos anos 50 e 60, o São Paulo trocou a classe de Mauro Ramos pela raça de Bellini. Entre 2005 e 2006, ocorreu o contrário. Saiu a raça de Lugano, chegou a classe de Miranda.

Zagueiro que marcou o período de glórias jamais alcançadas por nenhum outro grande clube do país. Miranda foi protagonista do inédito tricampeonato brasileiro, façanha que só o São Paulo conseguiu na história.

miranda 3

Após a Libertadores 2006, Miranda chegava ao Tricolor ciente da responsabilidade de ser o novo líder da zaga. Assumiu com total personalidade a incumbência e ao final do ano, o São Paulo levantou a taça de campeão nacional, após 15 anos de espera.

20064444444miranda

Dono absoluto da posição, atingiu o ápice em 2007, quando a defesa são-paulina tomou apenas a baixíssima e espetacular média de 0,47 por jogo. Companheiros de zaga como Breno, André Dias e Alex Silva, contribuíram e muito para tamanha robustez. Mas o craque era ele, Miranda. O segundo título brasileiro consecutivo foi a consequência.

0,,11557384-EX,00

Sua participação internacional mais marcante foi diante do Boca Juniors. O SPFC foi o primeiro time brasileiro a eliminar os xeneizes na década de 2000, na Sulamericana também no ano de 2007.

miranda

Na campanha do Tri, a grande arrancada. 11 pontos atrás do líder, em um segundo turno quase inteiro de invencibilidade, 18 partidas sem perder. Assim, o São Paulo desafiou os matemáticos e se tornou tri-hexa.

O São Paulo perdeu força nos anos seguintes, mas seria inimaginável exigir uma quarta conquista consecutiva. Todos queriam parar o Tricolor e se fortaleceram. Além disso, grandes renovações ocorreram nos quadros tricolores.

miranda-1

Miranda permaneceu até o primeiro semestre de 2011, após a decepção de não ter sido convocado para a disputa da Copa do Mundo, em 2010. Ao todo, 260 jogos com a camisa tricolor.

No Atlético de Madrid, começaria um novo ciclo de conquistas, diante dos gigantes Real Madrid e Barcelona. 5 taças em diversas competições europeias, sendo 1 campeonato espanhol. Gigante.

Técnica pura na zaga, eis Miranda!

Saudações Tricolores!

Crédito-Imagens: Ultradownloads, Terra, UOL Esporte.

Siga-me no Twitter: @carlosport